#MemóriaBAND: Depois de Hebe Camargo, Márcia Goldschmidt também comandou os domingos da BANDEIRANTES #tbt

Por volta de 2003, aconteceu uma guerra de audiência dominical bastante diferente na televisão brasileira. Sem as transmissões de futebol, Márcia Goldschmidt entrou na disputa contra Faustão (Globo) e Gugu (até então no SBT), nas tardes de domingo, com o ”Jogo da Vida” na Bandeirantes.

Na época, a Band estava buscando alcançar públicos mais variados, assim como atualmente, que também busca resgatar o prestígio junto ao público feminino e a família brasileira em geral.

O programa mostrava histórias de amor, jogos de conquista, atrações musicais, reencontros emocionantes e entrevistas, e tinha uma pegada ‘popular’ no âmbito do entretenimento e linha de shows, com direito a auditório e tudo. O Ibope correspondia o investimento. Segundo levantamentos do site Portal 4 TV, a atração oscilava entre 5 e 6 pontos de média com picos de 11 pontos, o que deixava a BAND na 3º colocação, ficando atrás apenas de Globo e SBT.

Infelizmente o dominical teve uma passagem curta, ficando no ar por cerca de 1 ano e meio. Em 17 de outubro de 2004 ocorreu uma polêmica, com a invasão de um homem armado no palco do programa, fato esse que deixou a apresentadora bastante abalada. Antes de sair do ar em definitivo em 5 de dezembro de 2005, a Band tentou reformula-ló e colocá-lo no ar em edições diárias, a partir de 15 de agosto do mesmo ano, sem o mesmo sucesso. Posteriormente, em 2007, Márcia retorna nas tardes da emissora, desta vez de segunda a sexta, permanecendo até 2010, com o programa “Márcia”.

O programa também tinha quadros como o “Espelho, Espelho Meu” que chegou a ser copiado por programas dominicais de emissoras concorrentes, que o mantém no ar até hoje, como é o caso de Eliana com o quadro “Beleza Renovada” em seu programa no SBT e o Rodrigo Faro com quadros de transformação em seu “Hora do Faro” na Record TV.

Não podemos esquecer também que, depois de Hebe Camargo durante o início da década de 80, ainda na Bandeirantes, Xuxa em 1993 na Rede Globo e Márcia Goldschmidt em 2003, também na Bandeirantes, foram as primeiras mulheres a comandarem programas dominicais de entretenimento e linha de shows, para a família toda, então, apenas em 2005 que Eliana, com o Tudo É Possível, na Record TV, também passou a entrar para o time feminino de comunicadoras que comandaram atrações para a família inteira aos domingos, porque o “Eliana no Parque” de 1998/1999, ainda na Record TV, era um programa voltado para o público infantil e adolescente.

O Memória Band desta quinta relembra a Márcia no comando dos domingos da Band em 2003 porque neste mesmo dia, José Luiz Datena, que estava comandando o programa “Agora É Com Datena” aos domingos do canal do Morumbi, deixa a apresentação do programa porque vai entrar para a política. Portanto, é bastante conveniente e propositada essa lembrança a respeito do sucesso de Márcia nos domingos da Bandeirantes.

 

Veja abaixo alguns trechos do programa:

 

Mara Maravilha se apresentando no Jogo da Vida:

 

Games no Jogo da Vida:

 

Mais vídeos que o público gravou do programa na época que esteve no ar: