#MemóriaBand #tbt Janeiro é o mês que a minissérie “Chapadão do Bugre” completa 32 anos #ChapadãoDoBugre

Antes que termine o mês de janeiro de 2020, não vamos esquecer de relembrar as principais produções da Rede Bandeirantes de Televisão no campo da dramaturgia. E vamos começar reativando a coluna “Memória Band” do nosso site com essa belíssima minissérie que a Bandeirantes produziu e que estreou no dia 04 de janeiro de 1988, com grande elenco.

Chamada de estréia:

Chamada da reprise:

Confere só os famosos que estrelaram na tela da Band com a minissérie:

  • Elenco

EDSON CELULARI – José de Arimatéia
ÍTALO ROSSI – Damasceno Soares
PAULO GOULART – Capitão Eucaristo Rosa
KITO JUNQUEIRA – Clodolfo
SEBASTIÃO VASCONCELOS – Coronel Americão Barbosa
PAULO VILLAÇA – Perciva
EDUARDO ABBAS – Coronel Caristrato
TONY TORNADO – Sargento Hermenegildo
ALTAIR LIMA – Capitão Tonho Inácio
TÁSSIA CAMARGO – Ritinha
MIKA LINS – Maria do Carmo
SANDRA ANNEMBERG – Vicença
CASTRO GONZAGA
ROGÉRIO MÁRCICO – Carício
GERALDO DEL REY – Lico
ALEXANDRE FROTA – Estevãozinho
DENIS DERKIAN – Tancredinho
WILSON FRAGOSO
SÉRGIO ROPPERTO – Quincota
ALDO CÉSAR – Coronel Eusébio Salles
RENATO COUTINHO – Coronel Ludgero
BENÊ SILVA
JARDEL MELLO
SEBASTIÃO LEMOS
ALBY RAMOS – Dr. Jojoca
CHICA XAVIER
ILEANA KWASINSKI – Carvalhosa
MARIA GLADYS
YARA GREY
IARA JAMRA – Iracema
IVAN DE ALMEIDA – Florentino
GRACE GIANNOUKAS
VALDIR FERNANDES – Adamastor
LU MARTAN
ULISSES BEZERRA
WENDEL BEZERRA
ALBERTO BARUQUE
HAROLDO DE OLIVEIRA – Terêncio
NEWTON PRADO
SILVEIRINHA – Juca Meirinho
KENNY CASTRO
XANDÓ BATISTA
BENTINHO – Zito Adão
WÁLTER CRUZ
PACO SANCHES
JOSMAR MARTINS – Valico Ribeiro
ROGÉRIO FABIANO – Zé Inacinho
SUZY ARRUDA
MARIA HELENA BARBOSA
LUIZ CARLOS DE MORAES – Eduardo Gusmão
PAULO VIGNOLO – Joquinho
EUGÊNIA TEREZA
MAXIMIRA FIGUEIREDO
ÁTILA IÓRIO – Zorão
ARNALDO WEISS – Tonico

  • Detalhes

Foram 20 episódios, que iam ao ar às 22h30, de 04 a 29 de janeiro de 1988.

A minissérie era de Antônio Carlos Fontoura, e foi baseada no romance homônimo de Mário Palmério, com a colaboração de Sérgio Sbragia, mais a direção de Jardel Mello, com o roteiro final e direção geral do lendário Walter Avancini.

  • Sinopse

José Arimatéia chega à fazenda de Tonho Inácio para atuar como dentista. Envolve-se com uma paciente, Maria do Carmo. Os seus problemas começam quando ele flagra a noiva com Inacinho, filho do fazendeiro. Enfurecido, Arimatéia mata o jovem a machadadas e foge.

Tem início uma odisseia sangrenta entre vários coronéis que se dividem em opiniões a respeito do crime. Para aplacar a fúria chega à cidade o juiz Damasceno Soares, que processa os fazendeiros ao mesmo tempo que mostra sua ira contra o dentista ao se interessar por Do Carmo.

  • Curiosidades

– Ótima minissérie que se distanciou do estilo produzido pela concorrência, onde não havia espaço para tolerância.

– Com uma narrativa amarga e literalmente sangrenta, Walter Avancini mostrou outro de seus acertos na teledramaturgia nacional.

– Jardel Mello, um dos diretores, voltou a atuar como ator, destacando-se duplamente.

– De acordo com o Jornal do Brasil de 17/10/1996:

“Paulo Goulart interpretava o capitão Eucaristo Rosa, chefe da patrulha enviada a Santana do Boqueirão para prender os jagunços, coronéis e políticos corruptos. ‘Era um personagem terrível, um torturador do cão’, recorda. O ator lembra de histórias engraçadas ocorridas durante os dois meses em que foi gravada a minissérie. Uma delas aconteceu com Edson Celulari, segundo Paulo Goulart, o ator chegou a comprar uma mula como recordação.”

– A minissérie foi reprisada de junho a agosto de 1991, de segunda a sexta-feira às 20h30. Também de 7/10 a 11/1996, de segunda a sexta-feira às 20h40.