Conheça #AmorEterno (Kara Sevda), a provável substituta de #AmorProibido, e outras novelas que poderão ser exibidas pela BAND

A produção turca Kara Sevda (Amor Sem Fim, em tradução livre), no Brasil vai ser intitulada como Amor Eterno. Premiada com o Emmy Internacional de melhor telenovela, quebrou uma hegemonia de cinco anos de produções de uma certa emissora brasileira, seguindo um formato de exibição diferente daquele com que o Brasil está acostumado: a novela teve apenas 74 capítulos, exibidos semanalmente e com duração que variava de 120 a 150 minuto, maior do que muitos filmes.

Kara Sevda também seguiu o esquema de temporadas: a primeira foi exibida de 14 de outubro de 2015 a 15 de junho de 2016; após um hiato de três meses, a segunda temporada estreou em 21 de setembro e ficou no ar até 21 de junho deste ano.

A estratégia de exibir a novela em longos blocos semanais parece estranha no Brasil, mas é comum na Turquia. Obras como Mil e Uma Noites, Fatmagül e Ezel, já exibidas pela Bandeirantes, também tiveram transmissão semanal e em temporadas no país de origem, cada capítulo era dividido em partes menores no Brasil.

Como boa parte das tramas turcas, Kara Sevda aposta no drama dos folhetins tradicionais, com amor proibido, um casal protagonista de diferentes classes sociais e um vilão capaz de qualquer coisa para impedir os mocinhos de ficarem juntos.

Os personagens principais são Kemal (Burak Özcivit) e Nihan (Neslihan Atagül). Ele é um rapaz de classe média baixa, filho de um barbeiro e de uma dona de casa. Ela é uma jovem rica, que vive uma vida de alto padrão ao lado do irmão gêmeo, Ozan (Baris Alpaykut), e dos pais, em um dos bairros mais luxuosos de Istambul.

O pai de Nihan deseja que ela se case com Emir (Kaan Urgancioglu), com quem ela convive desde criança. Mas a jovem encontra Kemal e se apaixona por ele, frustrando os planos da família. Mas Emir não aceita perder a amada e arma um plano para forçá-la a se casar _caso contrário, Ozan será preso por um assassinato.

Sem escolha, Nihan aceita ficar com o vilão pela segurança do gêmeo e recusa um pedido de casamento de Kemal. Mas o rapaz não desistirá de sua amada e batalhará muito para superar todos os obstáculos que o separam.

A trama turca agradou aos votantes do Emmy Internacional e superou Velho Chico (2016) e Totalmente Demais (2016), ambas da Rede Globo, além da canadense 30 Vies (2013-2016).

Como Kara Sevda é dos mesmos produtores de Fatmagül e Ezel, a Band já sinalizou que também será exibida no Brasil. A trama já foi transmitida em países vizinhos, como Argentina, Chile, Colômbia e Peru.

O sucesso da novela já rende frutos para seu elenco: Kaan Urgancioglu, intérprete do vilão Emir, terá um papel na série de ação Tom Clancy’s Jack Ryan, que estreia na Amazon Prime Video no ano que vem.

Fonte: Notícias da TV – Daniel Castro
Adaptação: Fã-Clube Band

E apenas para esclarecer que, ao final do ano de 2016, quando a Band estava exibindo a novela Ezel, foi publicado no site oficial da emissora, uma lista de 5 novelas turcas que a emissora pretende exibir.

Excluindo as que já foram exibidas, aparecem na lista divulgada pelo site da Band outros nomes como “Kara Sevda”, “Kara Para Ask” e “O Sultão”. As duas últimas citadas são grandes produções que renderam ótimos índices de audiência por suas exibições em diversos países.

Veja uma breve sinopse de Kara Sevda (Amor Eterno)

Um atual grande sucesso na Turquia. Conta a história de Kemal e Nihan, um casal que se apaixona mesmo com a diferença de classes. A família da moça os afasta e a obriga a se casar com outro homem. Cinco anos se passam e um grande acontecimento faz Kemal decidir ir atrás de Nihan, que vive um casamento infeliz, e lutar por seu amor.

Veja abaixo um trailer de Amor Eterno:

Kara Para Ask

Enorme sucesso em vários países, a produção foi ao ar originalmente entre 2014 e 2015. Protagonizada por Engin Akyürek, mesmo galã de Fatmagul, a novela conta a história de Omar e Elif, que se unem para investigar um assassinato, ele o de sua noiva e ela o de seu pai, que foram encontrados mortos juntos. Em meio a isso, surge uma história de amor entre eles.

Veja abaixo um teaser de Kara Para Ask:

O Sultão

Protagonizada por Halit Ergenç, o Onur de Mil e Uma Noites, é uma novela de época que conta a história real do Sultão Solimão. É a novela turca mais cara da história, tendo uma produção de altíssimo nível. Sedenta por vingança após seu pai ser traído, acusado de um crime que não cometeu, preso e ter morrido na cadeia.

Veja abaixo um teaser de O Sultão:

Relembre a publicação clicando AQUI.

Além dessas novelas confirmadas pela própria Band para ainda serem exibidas no Brasil, no evento de lançamento da programação 2018, a emissora, por meio de um vídeo contendo as atrações que iriam estrear em 2018, mostrou imagens de uma outra novela turca, que provavelmente a emissora também adquiriu direitos para exibí-la. Trata-se de uma produção turca que se chama “Elif“, e que nos países de idioma latino, foi intitulada como “Não Se Apaixone” ou “Uma Parte De Mim“.

Reveja o vídeo que mostra os lançamentos da programação 2018 da Band:

Veja abaixo também um teaser de “Não Se Apaixone” ou “Uma Parte de Mim”:

Veja abaixo a sinopse dessa produção turca:

É contada a história de Kahraman (Özcan Deniz), que vive a pressão da família para que ele dê um herdeiro, mas sua esposa, Defne (Begüm Kütük Yaşaroğlu), tem dificuldade em conceber. Nesse cenário, surge Elif (Hatice Şendil Sağyaşar) e se oferece para uma barriga de aluguel. O conflito se instala quando, por um erro proposital, Elif se torna mãe biológica do bebê e, ao descobrir isso, lutará pelo reconhecimento, tendo embates com Kahraman e Dafne. Uma drama familiar muito denso, com cenas bem fortes, que envolveu e impactou o público turco e nos poucos países que já a exibiram.

Também ocorreram RUMORES a respeito de 3 outras novelas que podem ser exibidas pela Band, mas que ainda não foram confirmadas ou divulgadas previsões, possibilidades ou planos de quando seriam exibidas.

Uma dessas novelas se chama “A Única Mulher“, de 2015, sendo essa uma produção portuguesa da TVI. (Só para lembrar, a Band já exibiu duas tramas portuguesas no ano de 2004. Uma foi “Olhos D’água” e a outra foi “Morangos Com Açúcar”)

Veja no vídeo abaixo um trailer de A Única Mulher em espanhol:

Também existiu um projeto de implantação de mais um horário de novelas, que consistia na retirada do horário locado de R.R. Soares das 21h e lançamento de uma novela para que esse mesmo horário volte a emplacar na programação da emissora. Uma das produções que poderia ocupar esse horário, caso tirassem o tele culto religioso, seria a novela mexicana “La Patrona“, da Telemundo.

Veja abaixo um trailer de La Patrona:

Outra opção supostamente estudada para esse horário, trata-se da reexibição da produção nacional, Tocaia Grande, da extinta Rede Manchete, que foi exibida de 16 de outubro de 1995 a 10 de setembro de 1996, com 236 capítulos. Inspirada na obra de Jorge Amado, foi adaptada por Duca Rachid, Mario Teixeira e Marcos Lazarini, autor de “Água na Boca” da Band (2008). Por se tratar de uma novela dos anos 90, estaria sendo adaptada para a tecnologia atual de exibição, Widescreen 16:9. As negociações da Bandeirantes, para ter “Tocaia Grande” em sua grade, aconteceram com o Jaquito – Pedro Jack Kapeller. Vale lembrar e destacar que a Rede Bandeirantes já exibiu, durante o ano de 2006, às 22h, a novela “Mandacaru“, que também foi produção da Manchete.

Veja um trailer/chamada de Tocaia Grande quando era exibida pela Rede Manchete:

* Mas é interessante esclarecer que essa possibilidade e projeto de retirada do tele culto religioso das 21h, até então, teria sido “adiada”, em virtude do ano de 2018 ser, por razão das eleições, um momento de instabilidade financeira no mercado publicitário.

E para finalizar, outra novela turca que, correm boatos, de também fazer parte das opções de prováveis folhetins estrangeiros que podem ser exibidos pela Band, é “A Esposa Jovem“.

Veja um trailer abaixo:

Reveja abaixo também uma publicação do Fã-Clube Band em sua página oficial no Facebook sobre as novelas turcas da Bandeirantes: